Carta a um amigo peludo que se foi

Um comovente desabafo de um homem que adotou um cachorro abandonado e foi adotado por ele, meu amigo Luiz Carlos Lourenço.

Vai demorar muito,é um buraco no coração,desculpem...

Eu não sei qual a capacidade das pessoas entenderem o que é a relação com um cachorro... ainda mais nos dias de hoje, em que o amor está tão em baixa, e sentimentos por um animalzinho que não fala, mas nos entende, são "piegas" demais para serem externados...
Saibam que a relação entre um ser humano e um amigo cão é o inverso disso tudo que vemos neste mundo de maldades. É feita de amor incondicional, lambidas ao pé da orelha, olhares confidentes, companhia constante, amizade verdadeira... eles não se importam se somos ricos, pobres, feios, gordos, velhos ou novos... para eles só o que interessa é o verdadeiro e inexplicável valor que interessa numa companhia completa e saudável: o amor!
Para quem ainda não sabe, meu cachorro se chamava Francisco, porque foi adotado em Ipanema no dia de São Francisco, durante a benção dos animais, há 14 anos. No mesmo local(olhem os desígnios de Deus, encontrei Fátima abandonada e amarrada com um arame no pescoço, num dia 13 de maio, dedicado à Santa). Francisco foi-se porque uma doença terrível o atingiu, uma cardiopatia, aumentada com idade avançada. Ele partir no sábado, com o seu pequeno coração deixando de bater, mas seguiu em companhia de outros anjos sereno, sem sofrer, graças ao meu Deus e a São Francisco.
Foi um final de semana triste e marcante, que nunca irei esquecer, porque trouxe um vazio à minha alma, o qual tento superar escrevendo, escrevendo muito e procurando suas boas recordações, dentre outras coisas.
FRANCISCO era extremamente carinhoso, obediente, amigo de todos, conquistava até mesmo quem não gostava de cachorros... quantas vezes ouvi "não gosto de cachorro, mas do Francisco eu sou fã "...

Foto: Na Lagoa Rodrigo de Freitas

Era um ser mágico, era mais do que um cachorro, ocupava todos os cantos da casa e da minha vida... diversas vezes me fez rir quando eu queria chorar, várias vezes me acompanhou pelas madrugadas em claro... fazia tudo sem reclamar, só não gostava de me ver chorar... saía de fininho do meu lado, como que pedindo para que eu parasse...


Hoje não posso atende-lo... estou chorando, por dentro e por fora... estou com saudades do seu olhar, do seu latido, do seu cheiro e até dos pelos espalhados pela sala... tenho saudades de cada segundo que passamos juntos, de cada dia, de cada noite...
Escrevo porque sei que outros amigos passaram ou estão vivendo a mesma situação e quem sabe, abrindo o coração, possamos nos ajudar nesse processo que está sendo muito difícil para mim...
Fotos de Luiz Carlos Lourenço.

Última modificação emQuarta, 06 Maio 2015 21:11
(7 votos)
Ler 2508 vezes

5 comentários

  • Wallace
    Wallace Quinta, 28 Maio 2015 15:55 Link do comentário

    Que linda mensagem! Esses seres são magníficos e tornam as nossas vidas melhores!!!!

  • Deise Pacheco
    Deise Pacheco Domingo, 17 Maio 2015 18:51 Link do comentário

    Muito linda a história.,,seres lindos..são nossos amores fiéis e para sempre..quando chorar meu querido...pare pois vc sabe muito bem que ele não gostava de vê-lo chorando não é...então guarde as boas lembranças elas te confortaram hj e sempre!!

  • Carlos
    Carlos Sábado, 09 Maio 2015 15:45 Link do comentário

    Obrigado por fazer um blog tão legal , pra mim eles entram em nossas vidas pet, mas depois viram gente rsrs. Igualzinho esta sendo retratado aqui rsrs

  • Evânia
    Evânia Sábado, 09 Maio 2015 11:11 Link do comentário

    RECADO DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS

    “Sei que lágrimas de dor vertem agora dos teus olhos, dia em que teu animal se foi, e se afastou de ti e se aproximou de Deus. Todavia, dou-te uma nota feliz neste dia tão triste: jamais Deus teria sido injusto com os animais! Por isso, não importa quem está nascendo ou morrendo, há sempre alguém chamando por ti; então VIVA!

    Agora mesmo, neste exato instante em que choras, teu anjo amado segue e evolui…Brilha na imensidão do espaço e volta, manso e feliz ao aconchego das almas! Com tua mania racional, teimas em duvidar, mas nada importa, senão continuar a VIVER! As hostes dos Anjos e Francisco cuidam das luzes em pêlos e preparam suas patas para uma nova vida.

    Enxuga teu rosto e acredita! Fizeste a parte que te cabe no mundo…Um sonho jamais termina num último miado, nem se pode calar os rugidos de um dia. Então podemos crer novamente. VIVA!
    É que o Criador adora suas crias! E deixa que elas permaneçam sempre vivas na memória dos que ficam…
    Elas cumpriram com o seu Divino mandato: AMAR-TE !”

  • Uiara Zagolin
    Uiara Zagolin Quarta, 29 Abril 2015 07:29 Link do comentário

    Amigo Lourenço, sinto a sua dor.
    Narjara, lindo ato! Beijao

Deixe um comentário

Log in

fb iconLog in with Facebook
create an account